Qual a diferença entre jornalismo, publicidade e propaganda e relações públicas?

Mazáaa! comunicação

Embora Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas sejam áreas muito próximas, ainda assim, existem diferenças fundamentais em suas concepções. Entenda de forma simples e prática quais são essas diferenças.

Antes mesmo de entrarmos em questões pontuais sobre cada área, precisamos apontar algumas observações que dizem respeito ao mercado de comunicação em geral.

A maioria das pessoas e dos empresários ainda desconhece as atividades atribuídas ao jornalismo, à publicidade e às relações públicas. É como se tudo fizesse parte de um conjunto único, ora chamado de comunicação, ora chamado de marketing. E do ponto de vista mercadológico, essa percepção não parece lá tão errada assim. É bastante compreensível inclusive. Afinal, todas as áreas são abraçadas pelo departamento de marketing nas organizações, que é onde as estratégias de mercado são elaboradas.

De qualquer modo, ter clareza sobre as devidas aplicações de cada área da comunicação social pode resultar em estratégias mais eficientes e rentáveis para marcas e negócios.

De fato, pode-se dizer que jornalismo, publicidade e propaganda e relações públicas são áreas irmãs, que têm a comunicação como seu principal instrumento de trabalho. Por isso, as três áreas são confundidas com frequência. No entanto, cada habilitação possui o seu propósito e faz uso de técnicas específicas, seja em benefício da ciência ou do mercado profissional.

Tanto jornalistas, como publicitários ou relações-públicas podem atuar dentro de organizações, agências, consultorias e por conta própria. Ainda que a referência que se tenha como cultura de mercado seja: jornalistas atuam em empresas de mídia, publicitários em agências e relações-públicas dentro das organizações. Na prática, cabe a cada profissional definir o formato de trabalho mais adequado para si. E cabe às empresas escolherem o perfil de profissional mais indicado para alcançar os seus objetivos. E empresas com capacidade de agregar essas três áreas estratégicas a sua equipe de colaboradores, têm em suas mãos um diferencial competitivo poderoso.

Vejamos agora as principais diferenças entre as três áreas.

Jornalismo


O jornalismo tem como principal função levar informação às pessoas sobre fatos relevantes e de interesse público. Para tanto, utiliza-se dos meios de comunicação social, tais como revista, rádio, TV, jornal, internet e outros, como estratégia para alcançar o público desejado e dar visibilidade à informação.

Ao jornalista cabe a tarefa de apurar e compreender os fatos e transformá-los em informação pública, numa linguagem clara e compreensível pelo público. Seu compromisso está pautado no direito fundamental do cidadão à informação e na divulgação de informações corretas e precisas acerca dos acontecimentos.

Por vezes o jornalista assume uma postura crítica no intuito de provocar a reflexão na sociedade a respeito de fatos e notícias.

Publicidade e Propaganda


A principal função da publicidade e da propaganda é dar visibilidade a informações sobre marcas, produtos, serviços e ideologias através de campanhas de comunicação persuasiva. As técnicas empregadas na publicidade e na propaganda têm como objetivo influenciar a construção de conceitos na mente das pessoas, chamando a atenção delas para algo e direcionando o seu comportamento.

O publicitário possui conhecimento sobre técnicas e maneiras de tornar uma informação mais atraente e expressiva para o público-alvo. Ao desenvolver uma estratégia de comunicação de marca, o profissional passa por etapas como a pesquisa, o planejamento, a criação, a editoração, a distribuição/execução e o gerenciamento de campanha.

O compromisso do profissional publicitário está em construir valor de imagem às marcas e dar visibilidade a aspectos intangíveis a respeito de produtos, serviços e ideias.

✅ Leia também: Qual a diferença entre publicidade e propaganda?

Relações Públicas


Relações públicas é a prática de gestão da comunicação, com atenção a todos os públicos que têm ou podem vir a ter relacionamento com uma organização (marca, negócio, entidade, empresa, figura pública, celebridade). É a área da comunicação que, hoje, está mais próxima da administração e do marketing devido ao seu caráter institucional e estratégico.

O profissional de relações públicas é aquele que realiza pesquisas de opinião pública, coleta informações de diagnóstico, planeja, desenvolve e executa estratégias, programas e ações de comunicação voltadas ao fortalecimento das relações de maneira mais ampla. É o profissional que está atento às questões ligadas à imagem e à reputação do cliente perante o mercado e a opinião pública.

O compromisso do relações-públicas (RP) está pautado na harmonia das relações entre cliente e públicos.