Como utilizar o ‘storytelling’ em suas campanhas de Comunicação e Marketing Digital?


O ser humano ama histórias. Elas não contêm apenas informação, mas têm o poder de influenciar as emoções de quem as ouve. Estudos científicos mostram que, uma vez que essas emoções se manifestam, elas pesam na análise racional quando o assunto é decisão de compra. Por isso, confira como você pode utilizar o “storytelling” para potencializar as suas campanhas de vendas e comunicação digital.

Seja Honesto

A história e os personagens podem ser inventados, mas a promessa que a sua marca está fazendo precisa ser verdadeira. Por exemplo: a fada do dente não existe e quem troca o dente por uma moeda embaixo do travesseiro é o pai ou a mãe da criança, mas ela não precisa saber disso. O que importa é que a promessa da marca é cumprida e a criança fica satisfeita. Você é livre para exercitar sua criatividade, mas não deixe que ela ponha a confiança da sua marca em risco.

Crie Personalidades

Algumas empresas desenvolvem “personas” da marca para torná-la mais fácil de ser lembrada. Você não precisa criar uma mascote, mas desenvolver uma personalidade para a marca torna o processo de formulação da imagem de marca muito mais fácil pelo seu consumidor.

Sua marca é o mocinho da história

Quem não se lembra do garoto-propaganda da Bombril? Em vez de usar mascotes, você pode desenvolver uma “persona” que faça parte da “vida real”, que represente e se identifique com a marca. Se você escrever uma história para as campanhas da sua marca, pode usar os personagens dessas histórias para representá-la. Se certifique que esses personagens são interessantes o suficiente para chamar a atenção do seu público.

Conte uma história completa

A história precisa ter um início, um meio e uma conclusão. Mesmo que ela seja curta e rápida, contar uma história completa torna o seu contexto claro para o público e o satisfaz emocionalmente.

Deixe um gostinho de quero mais

É claro que o objetivo do “storytelling” é deixar o público querendo mais. Quando criada corretamente, a história apropriada influencia o público a querer saber mais sobre a marca, pesquisar e, eventualmente, comprar seu produto ou serviço. Você precisa deixar o público saber onde encontrar essa segunda parte da história.


Por Jessé Rodrigues

Professor na ESPM-Sul e na Escola do Marketing Digital. Tecnólogo em Marketing, Especialista em Gestão Estratégica de Negócios e Mestre em Marketing e Comunicação Digital.