Como criar uma peça de E-mail Marketing eficiente?


Já se foi a época em que, para criar uma peça de E-mail Marketing, bastava montar o “layout” no Photoshop e inserir o arquivo JPG no corpo da mensagem. E dalí em diante, começava um verdadeiro show de envio de mensagens indesejadas, caindo direto na Caixa de Entrada de e-mails dos destinatários.

Hoje, graças a uma série de ajustes e atualizações nos sistemas antispam, e a formulação do Código de Autorregulamentação Para A Prática de E-mail Marketing, em 2009, os requisitos para entregabilidade de e-mails mudaram. Agora, para garantir o melhor desempenho no recebimento das suas campanhas de E-mail Marketing, as organizações necessitam do trabalho de profissionais com capacidade técnica para pensar e desenvolver processos mais eficientes de envio e atração, com orientação ética (conforme é possível verificar nos termos do Código). Sendo que a transgressão dessas “regras de boa conduta” pode levar à suspensão temporária do domínio do infrator, ocasionando transtornos no envio e recebimento de e-mails corporativos.

Portanto, é bom seguir alguns conselhos básicos que ajudam a manter a boa reputação do seu domínio e do seu negócio, tais como:

Não compre listas de e-mail (mailing)


Existem muitas empresas no mercado trabalhando com a venda de listas de contatos para a prática de Marketing Direto, incluindo e-mails profissionais e pessoais. Porém, essas listas de e-mail, por mais segmentadas que possam ser, nem sempre possuem o consentimento do contato/prospect. Sendo assim, ao enviar mensagens para essas listas, corre-se o risco de acontecerem denúncias de prática de spam e a possível penalização do domínio do emissor.

Utilize link para visualização externa


Uma das primeiras informações que o receptor deve enxergar na mensagem é o link para visualização externa. Isso ajudará em casos em que as imagens não abrem corretamente, ou até mesmo quando sejam bloqueadas pelos filtros de e-mail. Através do link, o receptor terá a oportunidade de visualizar a mensagem na íntegra, direto no seu navegador de internet.



Crie títulos e chamadas atrativas


Imagine que o “Assunto” da mensagem será o mesmo que o título de um texto, e que deve ser curto e atrativo, contendo a palavrinha chave (produto, serviço, negócio) do restante do e-mail. Depois, no corpo da mensagem, a chamada da própria peça de E-mail Marketing deve ser pensada como o “lead” de uma matéria de jornal, destacando o principal conteúdo do e-mail. De qualquer forma, em ambos, procure impor ou estimular uma ação no receptor. Utilize verbos de forma imperativa, como por exemplo: “faça”, “veja”, “crie”. Tudo faz parte de uma sequência lógica. O receptor só abrirá o e-mail se o “Assunto” interessá-lo. Por isso, dê as respostas que ele tanto procura, mas em pequenas doses, criando uma narrativa atraente com começo, meio e fim.

Combine textos e imagens


Jamais envie uma peça de E-mail Marketing em um “layout” de pura imagem (ou embutida, como alguns sistemas de e-mail descrevem o caso).  Isso torna a mensagem pesada e, na maioria das vezes, bloqueada para visualização do usuário, comprometendo a chamada e a atenção do receptor. Por isso, procure mesclar texto com imagens menores, recortadas. Isso facilitará também a abertura do e-mail em dispositivos móveis. De preferência, comece com uma chamada escrita em puro texto e, na sequência, comece a inserir imagens menores e outros textos complementares.



Cuidado com palavras classificadas como spam


Marketing, promoção, oferta, clique, grátis, imperdível, melhor e comprar são palavras classificadas com alta probabilidade de spam. Se for utilizar alguma dessas palavras na criação de suas peças de e-mail, jogue-as na composição das imagens. E só para citar um exemplo engraçado, a palavra “sexta-feira” é parada por alguns filtros de spam que classificam “sex” como um termo abusivo. Ou seja, não espere a garantia de 100% de entregabilidade para a sua lista de contatos, pois cada sistema antispam possui regras próprias e adicionais, cadastradas pelo usuário ou pessoal de TI.



Evite pontuação exagerada e repetitiva


Esqueça aquelas três exclamações (!!!) ou interrogações (???) muito utilizadas em chats. Evite até mesmo os três pontinhos (...). Esse tipo de pontuação repetitiva costuma caracterizar spam também. 

Link para descadastramento


No rodapé da mensagem, deixe algumas linhas em branco para criar uma distância entre o final da peça de E-mail Marketing e o texto/link para descadastramento do usuário. Essa é uma regra importante descrita no Código de Autorregulamentação, e que torna o relacionamento emissor/receptor mais ético e democrático. Pode-se aproveitar essa oportunidade para criar algumas perguntas ao usuário sobre o porquê dele estar se descadastrando da lista, e assim, compreender melhor o seu comportamento e insatisfação.



Ademais, muito sucesso em suas próximas campanhas de E-mail Marketing.

Autor: Carlos Alberto Müller